15
Jun 08

Sugiro ao Sr. Cobrador de Fraque que reestruture imediatamente o seu negócio para o aluguer de fatos de gala. O quanto antes. As cobranças, digo-lhe eu e diz a ERSE à EDP, já eram. Agora, se um cliente não paga, cobramos essa dívida aos que pagam, porque se pagam são pessoas sérias e de certeza não se vão importar. E se acaso se importarem, azar. Azarinho.

 

São sem dúvida os incentivos que o mercado precisava - a EDP, que assim não tem de se preocupar com as cobranças, que bem sabemos que são chatas e desagradáveis; os clientes, que se podem recostar no conforto de saber que haverá sempre alguém ali para eles, a pagar por eles. Tudo está bem, quando acaba bem.

 

publicado por ag às 14:50
tags:

pesquisar neste blog