13
Mai 08

E boazinhas, também. Por isso, dizem-me elas, aceitam sempre o jornal que lhes é oferecido por aí, nos semáforos lisboetas. Coitadinhos, deve ser muito chato estar ali e a mim não me custa nada. E a ti também não te custava. Chegas a casa e deitas fora. - Ouço eu, amiúde.

 

Ora bem. É este o problema das boas acções. O inferno está cheio delas. Aceito o jornal mas não leio o jornal. Não leio o jornal, não vejo a publicidade. Não vejo a publicidade, os Srs. Empresários não veêm retorno. Os Srs. Empresários não veêm retorno, os jornais gratuitos ficam sem financiamento. Ficam sem financiamento, acabam. Acabam, os Srs. dos Semáforos vão para o desemprego. Os Srs. dos Semáforos vão para o desemprego, as minhas amigas vão-me dizer Vês, custava-te alguma coisa teres ajudado? É por causa de pessoas como tu que este país está como está.

 

Enfim. Lido bem com a incompreensão.

publicado por ag às 18:52

comentário:
Também detesto esses senhores que distribuem os jornais nos semáforos. Aqui em Aveiro é sempre à sexta-feira e dão o ponto final. Da primeira vez fiquei feita parva a olhar e aceitei. Depois vi que aquilo não tinha interesse nenhum, prefiro o Metro, e então todas as outras vezes disse que não e obrigada, porque até sou uma moça simpática.
catia a 21 de Maio de 2008 às 13:33

pesquisar neste blog